sábado, 20 de agosto de 2011

Caverna do Dragão. (Parte 7)

Fedir relutou para se soltar, até deu um chute na canela direita de Herodes e mordeu o braço, fazendo que finalmente fosse solto. Correu então em direção a uma estante deu a volta nela e viu que atrás havia uma saída em que passou tento a última coisa que ouviu Herodes dizendo para não ir por este caminho, mas era tarde demais.

Estava escuro e parecia que não tinha fim o corredor, ele lembrava que quando entrou não havia demorado tanto tempo assim. Começava então a questionar se este era o caminho certo para saída, vendo então finalmente uma luz no fim do túnel, e quanto mais o garoto se aproximava um som estranho aumentava.

Chegando ao fim, viu não a saída e sim um novo lugar, totalmente úmido, lamacento e havia um cheiro horrível, estando agora no local ouviu novamente o som que ouvia no corredor, era como se ouvisse vários peidos. Tampou o nariz com a mão e continuou a andar por aquele lugar estranho, não demorou muito pra encontrar um enorme lago nojento de cor marrom escuro onde havia várias partes onde saia o som de peido e o mau cheiro.

[Fedir] Errhh, mas o que é isso? Eu não vou ficar aqui nem mais um minuto.

Dando a volta pelo enorme lago e tomando o máximo de cuidado pra não cair, atravessou uma parte do lago em cima de um monte de pedras, passou perto de um muro alto e enorme que parecia não ter fim. Mais a frente avistou uma ponte em que talvez pudesse levá-lo para a saída, mas quando chegou perto da ponte fedir foi parado por uma criatura estranha, parecia um cão da raça Crista Chinês, que vestia uma roupa européia, usando um tapa-olho no olho esquerdo.

[???] Parado ai jovenzinho. Você não tem permissão para passar por esta ponte.

[Fedir] Quem é você criatura estranha? Eu preciso sair deste lugal fedido agora.

[???] Meu nome é Sir Didymus, e não sou uma criatura estranha, sou o guardião deste lugar e desta ponte. Lugar fedido?

Sir Didymus cheira o lugar e suspira.

[Sir Didymus] Não sinto nada fedido, este lugar tem um cheiro muito agradável.

[Fedir] Agradável? Mas que lugar é esse?

[Sir Didymus] Você não conhece? Aqui é o famoso Poço do Fedor Eterno como o meu rei Jared o chama. Qualquer criança que conheça a história do “Labirinto – A Magia do Tempo” conhece este lugar.

[Fedir] Não acredito, outro conto de fadas idiota... DEIXE-ME PASSAR BAIXINHO FEIO!

Continua...